Ah e tal, o contexto...

No meu tempo não havia nada disto...

Escola de Vila Nova de Anha passou um aluno com nove negativas e garante que foi a melhor solução

Negativa a Língua Portuguesa, a História e a Matemática. Negativa também a Geografia, a Físico-Química, a Educação Visual... Feitas as contas, José, chamemos-lhe assim, teve nove negativas em 14 "cadeiras". Tem 15 anos, está no 8.º ano do ensino básico. E a escola passou-o.

[...]

No final do 3.º período, o conselho de turma reuniu, cada professor deu a sua nota e, no caso de José, o balanço era negativo. Augusto Sá nota, contudo, que para decidir se um aluno "passa" não basta "somar" as positivas e as negativas. "Há um percurso, há um contexto, há uma família..." E a decisão de passar José "teve em conta" tudo isso.

via PÚBLICO


Contexto, uma ova! Este puto não está minimamente preparado para frequentar o nono ano. Isto não foi, de longe, a melhor solução para o miúdo. Como é que vão fazer quando ele tiver outras tantas negas no próximo ano? Também o passam por causa do "contexto? Bah...

Não se esqueçam de lhe dar umas palmadinhas nas costas para ele arrotar.

brunomiguel às 20:28 | link do post | comentar | favorito