"Os tempos mudam como o preço do petróleo"

Caso queiram criar um ambiente mais relax e propício ao reavivar de memórias, aconselho a leitura dos textos e visualização das imagens ao som da música que  se encontra no final do post.

 

coimbra

 

Belo ano, o de 2003. Ou talvez não tenha sido assim tão bom. Sinceramente, não me recordo. Seis anos passaram desde essa altura e as únicas recordações que tenho dele são as que redescobri quando fui dar uma vista de olhos à minha primeira conta no Deviantart.com. Recordo-me que ainda andava a estudar e tinha umas noitadas porreiras, mas o resto é vago; apenas uma ou outra recordações ténues restam de 2003.

 

cemitério 2

 

Em tempos, pensei que ficaria com tudo na memória para sempre; todos os bons momentos seriam relembrados e revividos, todas as pessoas vistas novamente. Mas há muito que percebi que não. É como cantam Chullage: "Os tempos mudam como o preço do petróleo. Memórias de irmandade não passa de um espólio, é assim". O mundo continua a rodar e novas experiências e pessoas passam pela nossa vida - embora queiramos que algumas nunca saiam. Apesar disso, sabe bem recordar os anos passados, seja para aliviar a mente ou para relembrar alguma lição do passado.

 

andorinha

 

As fotos que aqui deixo são desse ano de 2003, provavelmente um ano marcante na minha vida, ou talvez não. Deu-me um gozo enorme revê-las e comparar as ambições e aspirações que tinha na altura com as que consegui realizar até hoje e tenho agora.

 

cemitério

 

Todas estas fotos estão licenciadas sob a cc-by-sa-2.5-pt.

 

Aes Dana - Memory Shell

 

publicado por brunomiguel às 19:48 | link do post | comentar