Terça-feira, 23.06.09

Dois anos de Conversas do Bruno

Happy Birthday, por polawat
Happy Birthday, por polawat

Este meu blog faz dois anos. Parabéns a ele, que é tão novinho mas parece tão crescido. É da qualidade dos posts, eu sei. :)

O resumo destes dois anos de vida é o seguinte: 2673 posts e 5716 comentários. Nada mau para dois anos de existência, acho eu. Até que teve uma boa actividade - e posts diários durante meses seguidos, sem falhar um único dia.

A todos os meus leitores e antigos leitores, trolls e antigos trolls: eh! pá, nem um caraças de um presente? Agarrados do camandro! É assim que me agradecem por manter o melhor blog do mundo?

 

tags:
publicado por brunomiguel às 01:07 | link do post | comentar | ver comentários (12)
Segunda-feira, 22.06.09

A um dia dos dois anos

Se o arquivo não estiver errado, amanhã este blog festeja o seu segundo aniversário. Será que a equipa do Sapo Blogs me vai oferecer um destaque? (é que não é por nada, mas um blog com a qualidade deste merece destaque todos os dias :P)

tags:
publicado por brunomiguel às 10:00 | link do post | comentar

Ah!, o Verão

Picnic Table
Picnic Table - Emily Shur


Koop - Summer Sun

Chegou o Verão, a minha estação do ano preferida, com a Primavera logo no seu encalço. Calor, muito calor - e cancro da pele, santos populares e bailaricos, porque a vida não é só coisas boas. 

 

Eu não gosto do Verão por ele significar praia, uma vez que eu não sou um apreciador de grandes concentrações de água e areia, mas por causa de paisagens como a que se vê na fotografia. Durante esta estação, e também na Primavera, é que podemos desfrutar de vistas fantásticas como esta; sentir a brisa a bater na cara, o sol a queimar a pele, o cheiro a natureza (odores incomodativos incluídos). Isto, para mim, é n vezes melhor que ir para a praia e ter que gramar com uma barulheira e confusão descomunais, sentar-me num grão de areia por não haver mais nenhum livre, andar descalço no meio do lixo e dejectos que as pessoas, num rasgo de boa vontade e cidadania, deixam ali para quem vem depois delas... Acho que percebem a ideia. 

 

Talvez a minha preferência por estes locais esteja relacionada com o facto de ter vivido toda a minha vida num meio rural. Ou talvez por ter hidrofobia. Quem sabe se é por sempre ter gostado de ambientes mais sossegados e descontraídos. Seja lá qual for o motivo ou motivos, antes campo que praia.

Já me esquecia: bom começo de Verão.

tags:
publicado por brunomiguel às 09:00 | link do post | comentar

O mundo continua a girar

Este poema chegou-me através de uma mulher muito simpática de Trás-os-Montes, a Catarina Possacos (blog). Não conhecia, mas gostei imenso.

Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, das descobertas
que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos
que partilhamos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia,
das vésperas dos finais de semana, dos finais de ano,
enfim… do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.
Hoje não tenho mais tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.
Talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe…nas cartas que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices…
Aí, os dias vão passar, meses…anos… até este contacto se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo….
Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão:
- “Quem são aquelas pessoas?”
Diremos…que eram nossos amigos e…… isso vai doer tanto!
“Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!”
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente……
Quando o nosso grupo estiver incompleto…
reunir-nos-emos para um último adeus de um amigo.
E, entre lágrima abraçar-nos-emos.
Então faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida, isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo…..
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades….
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos
os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!”


Amizade
, por Pessoa, Fernando

publicado por brunomiguel às 01:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 20.06.09

Nunca trafiques droga enquanto cortas o cabelo

A quarta-feira passada era apenas mais um dia normal na vida de Marcus T. Bailey, um afro-americano de 25 anos (curiosamente, a minha idade) que tinha como ocupação laboral o tráfico de droga. Mas, nesse dia, ele decidiu ir ao barbeiro tratar do seu look. Dealer que é dealer tem que ter um penteado a condizer com o estatuto.

Entretanto, teve que se ausentar para tratar do seu negócio e acabou apanhado na posse de droga pela polícia. Foi imediatamente levado para a esquadra, onde tirou uma bela foto com o seu penteado por acabar - fashion, dirão alguns; assustador, dirão outros.

A sorte dele é que lho cortam na prisão - se for dado como culpado em tribunal, claro. Se não, parece-me que o mais certo é ele tornar-se a namorada de algum companheiro da prisão. Ou então torna-se um correio na prisão, porque o cabelo que lhe resta ainda dá para esconder muita coisa (no Brasil, mandava uma série de pombos correio para o desemprego).

{via Neatorama}

publicado por brunomiguel às 03:32 | link do post | comentar | ver comentários (3)

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links