Terça-feira, 30.09.08

O buddha fumegante

buddha incenso Imagem sob uma licença Creative Commons 2.5 by-sa

Este buddha, que eu gamei ao meu irmão e uso para queimar incenso, é o mais próximo que estou da religião.

publicado por brunomiguel às 23:13 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Palin e os Estados Unidos da América

Matt Taibbi, colaborador da revista Rolling Stone, escreveu um artigo muito corrosivo - tão corrosivo que parece o ácido fluoroantimónico - para o AlterNet sobre Sarah Palin e a sua nomeação para vice-presidente do candidato republicano à Casa Branca. O texto ainda é um bocado grande, mas é uma muito boa leitura para quem tem algum interesse pela política norte-americana ou apenas pela nomeação de Palin, como é o meu caso.

Abaixo deixo alguns excertos do texto, só para vos aguçar o apetite e terem uma ideia do que vão encontrar.

Sarah Palin is a symbol of everything that is wrong with the modern United States. As a representative of our political system, she's a new low in reptilian villainy, the ultimate cynical masterwork of puppeteers like Karl Rove. But more than that, she is a horrifying symbol of how little we ask for in return for the total surrender of our political power.

Not only is Sarah Palin a fraud, she's the tawdriest, most half-assed fraud imaginable, 20 floors below the lowest common denominator, a character too dumb even for daytime TV -and this country is going to eat her up, cheering her every step of the way. All because most Americans no longer have the energy to do anything but lie back and allow ourselves to be jacked off by the calculating thieves who run this grasping consumer paradise we call a nation.

[...]

The great insight of the Palin VP choice is that huge chunks of American voters no longer even demand that their candidates actually have policy positions; they simply consume them as media entertainment, rooting for or against them according to the reflexive prejudices of their demographic, as they would for reality-show contestants or sitcom characters. Hicks root for hicks, moms for moms, born-agains for born-agains. Sure, there was politics in the Palin speech, but it was all either silly lies or merely incidental fluffery buttressing the theatrical performance. A classic example of what was at work here came when Palin proudly introduced her Down syndrome baby, Trig, then stared into the camera and somberly promised parents of special-needs kids that they would "have a friend and advocate in the White House." This was about a half-hour before she raised her hands in triumph with McCain, a man who voted against increasing funding for special-needs education.

[...]

Then there's the God stuff: Palin belongs to a church whose pastor, Ed Kalnins, believes that all criticisms of George Bush "come from hell," and wondered aloud if people who voted for John Kerry could be saved. Kalnins, looming as the answer to Obama's Jeremiah Wright, claims that Alaska is going to be a "refuge state" for Christians in the last days, last days which he sometimes speaks of in the present tense. Palin herself has been captured on video mouthing the inevitable born-again idiocies, such as the idea that a recent oilpipeline deal was "God's will." She also described the Iraq War as a "task that is from God" and part of a heavenly "plan." She supports teaching creationism and "abstinence only" in public schools, opposes abortion even for victims of rape, denies the science behind global warming and attends a church that seeks to convert Jews and cure homosexuals.

[...]

Here's what Sarah Palin represents: being a fat fucking pig who pins "Country First" buttons on his man titties and chants "U-S-A! U-S-A!" at the top of his lungs while his kids live off credit cards and Saudis buy up all the mortgages in Kansas.

Já pensaram no que seria de nós se tivessemos uma Sarah Palin como candidata a Primeira-Ministra ou Presidente da República? Digo-vos que estávamos bem fodidos.

publicado por brunomiguel às 15:15 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Segunda-feira, 29.09.08

Sacos alfabéticos

alphabet bags

Quando ofereço um presente, gosto de oferecer algo que seja útil para quem o recebe. Por isso, quando vi estes sacos, com uma letra do alfabeto impressa, vi um possível presente para oferecer à minha mãe no seu próximo aniversário.

Estes sacos, chamados Alphabet Bags, foram criados pelos britânicos Hayley Thwaites e Lucas Lepola, e são feitos de algodão. Estão à venda por 10 libras esterlinas (mais ou menos €12.5), o que não é um valor por aí além, mas com os portes de envio o valor deve subir um bocado. Ainda assim, é um presente a considerar.

via Swissmiss, de onde a imagem foi gamada

publicado por brunomiguel às 16:55 | link do post | comentar

As minhas ferramentas para o dia-a-dia

O conhecido blog Lifehacker pergundou aos seus leitores quais as melhores ferramentas para uma série de tarefas, desde backups a organização de imagens. Seis meses após ter iniciado o inquérito, os vencedores das 26 categorias foram apresentados.

O Augusto Campos, no Efectividade.net, apresentou as suas escolhas para cada uma das categorias e, no final do texto, desafia os leitores a apresentar as suas opções. Eu respondo ao desafio e deixo aqui as ferramentas que uso para cada uma destas categorias.

  1. Organizador de fotos digitais: Gwenview e Nautilus
  2. Cliente de mensagens instantâneas: Pidgin
  3. Ferramenta GTD: Kontact
  4. Backup de DVD: Não uso
  5. Gestor de contactos: KAddressBook
  6. Editor de textos: Gedit
  7. Sistema de partilha de ficheiros on-line: Não uso
  8. Leitor RSS: Liferea
  9. Iniciador de aplicações: Utilitário de execução de aplicações do Gnome [Alt+F2]
  10. Página inicial: about:blank
  11. Antivírus: Não uso
  12. Site de partilha de fotos: 23hq.com e fotos.sapo.pt
  13. Gestor de finanças pessoais: Não uso
  14. Media player: VLC e Totem em igual medida
  15. Manutenção do Windows: Remoção do Windows e instalação de uma distro do GNU/Linux
  16. Ferramenta de backup: Tar
  17. Ferramenta de sincronização de arquivos: Não uso
  18. Gestor de arquivos: Nautilus
  19. Ferramenta de anotações: KJots
  20. Gestor de lista de pendências: KOrganizer
  21. Ferramenta de busca no desktop: find
  22. Melhor cliente FTP: gFTP
  23. Melhor gestor de senhas: Memória e Revelations Password Manager quando a memória falha
  24. Melhor gestor de downloads: Wget
  25. Melhor agenda: KOrganizer
  26. Melhor cliente BitTorrent: Deluge

Se assim o entenderem, apresentem as vossas escolhas nos comentários ou no vosso blog. Seria um exercício interessante a partilha de ferramentas para executar determinadas tarefas.

publicado por brunomiguel às 15:00 | link do post | comentar | ver comentários (8)

O que significa entretenimento para o Google

google entretenimento
Imagem sob uma licença Creative Commons 2.5 by-sa. Clica nela para a veres em dimensões mais generosas.

Se entretenimento, de acordo com a definição da Wikipédia, é «o conjunto de actividades que os animais (e com mais criatividade, o homem) praticam sem outra utilidade senão o prazer», então o pessoal do Google News diverte-se com umas coisas muito estranhas...

publicado por brunomiguel às 01:58 | link do post | comentar | ver comentários (2)

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links