Sexta-feira, 30.05.08

A tribo desconhecida da Amazónia

tribo amazónia indígena

Esta é a tribo da Amazónia que anda na boca do mundo. Localizada no estado de Acre, junto à fronteira entre o Brasil e o Peru, esta tribo descoberta por José Carlos dos Reis Meirelles Júnior tentou abater com setas o avião que sobrevoou a zona para recolher fotografias. 

José Carlos dos Reis Meirelles Júnior trouxe a existência desta tribo a público devido aos lenhadores peruanos, que, devido ao corte ilegal de árvores, estão a ameaçar a floresta, esta tribo e outras tribos igualmente isoladas e desconhecidas do público. 

tribo amazónia indígena

Se queres ajudar a proteger esta tribo, lê o artigo do survival-international.org sobre o caso e vê de que forma podes ajudar a salvar esta tribo dos abates ilegais dos madeireiros.

publicado por brunomiguel às 19:05 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Europa quer Big Brother nos aviões

A Europa deve estar a apanhar com os ares dos Estados Unidos, só pode. É que o projecto da Security of Aircraft in the Future European Environment (SAFEE), que consiste em por câmaras de vigilâncias ocultas em cada lugar num avião, a fim de detectar possíveis terroristas através das expressões faciais, é coisa de fanatismo americano.

 

The European Union's Security of Aircraft in the Future European Environment (SAFEE) project uses a camera in every passenger's seat, with six wide-angle cameras to survey the aisles. Software then analyses the footage to detect developing terrorist activity or "air-rage" incidents, by tracking passengers' facial expressions.

 

Por muito que argumentem que isto é em nome da segurança, eu considero isto uma vergonhosa invasão de privacidade, um ataque à liberdade individual e um passo dado para o autoritarismo.

Se querem realmente evitar qualquer ataque ou atentado terrorista num avião, usem sistemas de detecção de explosivos, usem aquelas máquinas de detecção de metais e deixem os cães sniffar pelo aeroporto.

Agora ter uma câmara apontada a cada passageiro? Sinceramente, pá. Já parecem os americanos com o seu medo crónico.

 

Mais informações em NewScientistTech, via BoingBoing.

publicado por brunomiguel às 17:04 | link do post | comentar

Brasil e Índia apresentam protesto oficial à ISO

Finalmente mais protestos contra a aprovação do msooxml começam a surgir. Depois da África do Sul ter dado o mote, o Brasil e a Índia seguiram o bom exemplo e também apresentaram os seus protestos oficiais.

E Portugal, será que vai fazer o mesmo ou prefere ficar com a honra manchada?

 

Mais informações no Groklaw.net.

publicado por brunomiguel às 16:49 | link do post | comentar

Vulva sobre rodas

vulva vagina bicicleta Finlândia protesto

A artista finlandesa Mimosa Pale, aparentemente uma feminista convicta, decidiu protestar de forma original e algo excêntrica contra a sociedade demasiado masculina. Para isso, construiu um riquexó (obrigado ao Rui Costa por ter dito o nome deste tipo de veículos) com a forma de uma vulva em tamanho gigante.

Todas as semanas, Mimosa Pale pedala na sua pussycleta (?!) pelas ruas de Helsínquia e convida os transeuntes a entrar para dar um passeio na sua vulva (estou a referir-me à bicicleta. mantenham o respeito) sobre rodas.

 

via Jalopnik

Imagem da autoria de Umbar

publicado por brunomiguel às 16:13 | link do post | comentar | ver comentários (5)

Os perigos de falar sem conhecimento do tema

Ontem, não tive oportunidade de ver todo o debate da SIC sobre «os perigos da internet»; vi apenas os minutos finais e sem grande atenção, porque estava a fazer qualquer cena que merecia mais atenção da minha parte. Por isso, hoje decidi descarregar o vídeo, para poder ver o tal debate que tem suscitado muitas críticas online - sim, descarregar, porque a SIC fez a má escolha de disponibilizar os vídeos em flash, uma tecnologia fechada, insegura e cuja implementação livre ainda está uns passos atrás no suporte; por isso tenho que o descarregar, caso contrário não o consigo ver.

Foram 130 e tais megas para quase 34 minutos de debate pobre e cheio de tantas idiotices, que quase parecia uma corrida de disparates. Porque é que, em vez de terem aquele painel de comentadores, não convidaram alguém que estivesse dentro da temática debatida? Isso tinha evitado muita palermice dita, como afirmar que os terroristas usam os blogs para comunicar entre si ou que o que não é uma vénia escrita a nós deve ser censurado - como parece pensar o sr Miguel Sousa Tavares. Quando não se sabe, inventa-se - e normalmente, por arrasto, sai merda, como se viu ao longo do debate.

Bem, safou-se um dos comentadores, que, apesar de não ter sido muito interventivo, tentou manter algum realismo num debate fantasioso, em que sou, como blogger, rotulado de terrorista - vou mudar o meu nome para Al-Bin-Muhammad-Bruno e vou chamar a este blog «Conversas de um bombista».

 

Deixo também uma nota negativa à SIC, por várias razões, sendo a principal a introdução do programa, que passo a transcrever:

«Aqui e agora, vamos perceber que a internet é um maravilhoso mundo novo; mas também uma inesgotável fonte de perigos, de fraudes, de seduções que terminam em tragédia, de pedófilos à espreita, de fotos e vídeos íntimos que de repente estão à vista de todos. É um mundo novo que traz grandes interrogações legais, sociológicas, psicológicas, ou seja, um bom tema para os nossos comentadores das quintas-feitas [...]»

 

Vou ali para um canto do meu quarto mergulhar numa profunda solidão, enquanto vendo umas escravas sexuais, violo crianças e fabrico mais umas bombas. Isto é multitasking ao mais alto nível!

publicado por brunomiguel às 11:18 | link do post | comentar | ver comentários (7)

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links