Sábado, 30.06.07

O que são histogramas?

O blog Digital Photography School tem uma resposta muito simples e concisa a esta pergunta.
Histograms are a very useful tool that many cameras offer their users to help them get a quick summary of the tonal range present in any given image.
It graphs the tones in your image from black (on the left) to white (on the right).
The higher the graph at any given point the more pixels of that tone that are present in an image.
So a histogram with lots of dark pixels will be skewed to the left and one with lots of lighter tones will be skewed to the right.

O autor dá uns exemplos práticos, auxiliados por imagens, do que são os histogramas e de que forma podem ajudar a melhorar uma fotografia. É uma boa leitura para os aficionados da fotografia.

Link
publicado por brunomiguel às 22:53 | link do post | comentar

Broken puppets

broken_puppets
We're broken puppets in a fantasy world: life! There's always someone manipulating us, misleading us, covering up our eyes! "Do you have any idea how it feels like?!"

A imagem é da minha autoria, dos tempos em que usava Photoshop. Fica à interpretação de cada um.

Pennies In My Pocket

Ontem estive a ver outra vez o Miami Vice. Eu curto o filme, acho que tem história. Eu fiquei tão colado ao filme que até deixei o pc, e estava a vê-lo pela segunda vez. Muito bom mesmo.
Mas a banda sonora é tão boa ou melhor que o filme. Não sei se já tiveram oportunidade de a ouvir, mas é mesmo muito fixe. A banda sonora é esta:
  1. Nonpoint - In The Air Tonight
  2. Moby - One Of These Mornings
  3. Mogwai - We're No Here
  4. Nina Simone - Sinnerman (Felix Da Housecat's Heavenly House Mix)
  5. Mogwai - Auto Rock
  6. Manzanita - Arranca
  7. India.Arie - Ready For Love
  8. Goldfrapp - Strict Machine
  9. Emilio Estefan - Pennies In My Pocket
  10. King Britt - New World In My View
  11. Blue Foundation - Sweep
  12. Moby - Anthem
  13. Freak Chakra - Blacklight Fantasy
  14. John Murphy - Mercado Nuevo
  15. John Murphy - Who Are You
  16. King Britt - Ramblas
  17. Klaus Badelt - A-500
Abaixo deixo a faixa 9 da banda sonora.

publicado por brunomiguel às 20:23 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Amendoins enterprise

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] alt"amendoim_enterprise">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<img src="http://i18.tinypic.com/5268pjq.jpg" alt"amendoim_enterprise" align="left">Adivinhem quem se lembrou fazer dos amendoins cartões de visita. Acertaram (espero eu), os japoneses!<br />A empresa por detrás desta excentricidade é a <a href="http://www.arigatou3.com/patent/index.htm#taberume">Arigatou</a>. A Arigatou usa um laser CO2 (seja lá o que isso for) para imprimir o texto nos alimentos. Para além dos cartões de visita em amendoins, a empresa também imprime logos, nomes, telefones, etc, em vários tipos de alimentos. Comecem já a fazer as encomendas.<br /><br />{Fonte: <a href="http://www.boingboing.net/2007/06/29/print_your_businessc.html">Boing Boing</a> [via <a href="http://www.pinktentacle.com/2007/06/taberu-me-peanuts-as-business-cards/">pinktentacle</a>]}

Ainda temos o nosso lado infantil

Pois é meus amigos, é nestas ocasiões que se vê que temos o nosso lado infantil activo. As pessoas estiveram em filas enormes à espera do lançamento do iPhone, que nem miúdos numa loja para comprar as novas pastilhas. Alguns acamparam dias antes, houve outros chegaram no dia, mas todos eles ficaram com aquele ar de felicidade parva quando meteram as mãos no seu precious iPhone, como quando nos calhava o cromo que faltava na colecção. Aposto que até ouve lágrimas. Pelo menos fotos não faltaram.
A máquina de marketing da Apple é brutal e os blogs são a sua melhor arma. À tantos meses que se vem a falar do iPhone. O iPhone vai ter isto, vai ter aquilo, vai fazer torradas e aspirar o chão da casa, vai funcionar a gasolina, vai ter três cabeças, vai-se transformar num sabre de luz, etc; tanta coisa se disse sobre ele. Isto só ajudou a Apple. A ânsia de ter aquele pequeno gadget que, numa primeira fase, ninguém sabia como iria ser, depois já se sabia o que iria fazer, depois já se conhecia o design, depois já não iria fazer algumas das coisas que estava previsto e depois voltou a fazê-las outra vez, foi tão grande que resultou nisto. Já são 3 dias em que não se fala de outra coisa que não o iPhone. Até a saída da Paris Hilton da choldra não teve tanto destaque (a não ser naquele canal de televisão que nós sabemos).
Alguém se lembrou que o dia do lançamento do iPhone ia ser também o dia do lançamento da GPL3? Sabiam que ontem, dia do lançamento do iPhone, foi o centésimo sétimo aniversário do nascimento de Antoine de Saint-Exupéry? Sabiam que o dia 29 de Junho foi o dia de aniversário da atleta portuguesa Rosa Mota? Aposto que não. Confesso que também não sabia, até ter visto algo que não notícias sobre o iPhone. Não passei estes dias concentrado no lançamento do iPhone, como se não se passasse mais nada no mundo.
Há mais para além do iPhone. Tudo bem que é um marco importante no desenvolvimento da tecnologia móvel, mas foi-lhe dada mais importância do que aquela que lhe deveria ter sido. Pareceu, e ainda parece, as notícias de destaque da TVI, com aqueles coitadinhos todos cheio de desgraças e tristezas.
Ainda somos os miúdos que estavam na loja da esquina à espera da chegada das novas pastilhas.

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links